Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz somente até onde os outros já foram

Postado por em janeiro, 2018 em Blog | 0 comentários

Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz somente até onde os outros já foram

Dor e prazer, recompensa e punição, são as únicas coisas que conseguem nortear a vida de um homem.

“As indústrias se empenham em criar todos os tipos de prazeres possíveis aos homens. A mídia se preocupa em vender esses prazeres a qualquer custo aos homens. Os bancos têm como foco facilitar a conquista desses prazeres aos homens. E os homens passam a vida toda sem sentir prazer por conta disso tudo.” by df

A mente humana trabalha como um computador que distingue apenas duas coisas ― “positivo e negativo”. Um byte é formado através da composição entre “ter energia” e “não ter energia”. A mente humana não trabalha com negativo e positivo como os computadores, mas, trabalha com duas coisas que a permeia ― a dor (negativo) e o prazer (positivo). Da mesma forma que uma composição de ter e não ter energia formam um byte (a letra “A” por exemplo), a composição de dor e prazer formam um resultado em nossa mente. E são esses resultados de “sentir dor e prazer” que formaram quem somos hoje.

Uma pessoa que passa por dor sem ter prazer tona-se em um tipo de pessoa – amarga e infeliz. Uma outra pessoa que sente dor e prazer, alternando esses sentimentos, torna-se num outro tipo de pessoa, acho que é o perfil da maioria delas, não é infeliz completamente, mas também não é feliz por completo, tem sempre o sentimento que lhes falta alguma coisa. E têm aquelas pessoas que é feliz por completo simplesmente porque encaram a dor e o prazer como uma circunstância que deve ser enfrentada com prazer sempre, essas vemos com menos frequência, e quando as vemos, logo rotulamos como gênios, heróis, seres especiais ou um escolhido de Deus.

O fato é que as escolhas feitas pela mente humana têm fundamentalmente esse princípio (dor e prazer). O que nos faz entender o porquê a nossa tendência é quase sempre desistir de lutar, optando na maioria das vezes se esconder em vez de encarar os problemas de frente.

“Aquele que não quer sentir dor, jamais conseguirá se superar.” by df

Isso acontece porque ao decidir encará-los se tornaria em um grande gerador de dor. A dor de ter de enfrentar os problemas. É por isso que a maioria das pessoas escolhem quase sempre, em vez de lutar, ficar na “zona de conforto” quietinhas, amoitadas, se fingindo de morto, crendo erroneamente que nessa zona de conforto estará protegidos e distantes de sentir alguma dor.

Essa decisão uma pura ilusão, pois, até podemos ficar longe da dor por algum tempo, mas, no futuro ela aparecerá mais forte ainda. O problema ainda estará lá nos aguardando, só esperando sairmos da nossa toca. Ele não vai embora só porque decidimos ficar escondidos, ao contrário, a dor vai ficar se alimentando enquanto isso, crescendo e quando precisarmos encará-la, quando não tiver mais jeito de protelar, estará maior e mais forte do que a princípio.

Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz somente até onde os outros já foram. Alexandre Graham Bell 

O fato que essas dores são ocasionadas porque não sabemos como sentir-se bem com que temos. Acreditamos inconscientemente que a felicidade pessoas-buracopode ser comprada. Comparo isso com a compra do primeiro carro zero dos sonhos. Ficamos felizes, sentimos algum prazer durante alguns meses, até aparecer o primeiro barulho no painel do carro ou do primeiro risco na lataria, tão logo isso acontece, já não sentimos mais prazer em tê-lo e logo buscamos outras alternativas de prazer. No casamento acontece a mesma coisa! Quando não está bem a alternativa é a mesma. Trocar o cônjuge por outro mais novinho (a). Isso também acontece com a compra da lancha, da moto, do sapato Prada, da calça Diesel, do relógio Rolex, da bolsa Louis Vuitton, do óculos Ray-Ban, do iPhone última geração, na balada do final de semana, etc. Busca de prazer em coisas que não têm nenhuma possibilidade de nos fazer feliz de fato. Isso limita o nosso potencial e impede que sejamos “felizes de verdade” e não apenas em “seres alegres”. Seres alegres Doutor Fé? Isso mesmo! Seres alegres! Pois a felicidade não é algo que sucede e nem depende dos acontecimentos externos. Diferentemente da alegria que está totalmente relacionada aos acontecimentos externos. Quando esses acontecimentos “param” de acontecer em nossas vidas, também “para” a nossa alegria em vivê-la.

Tal como o estalo de espinhos debaixo da panela, assim é o riso dos tolos. Isso também não faz sentido.” [Manual, Eclesiastes 7, Versículo 6]

Aquilo que vemos nas capas de revistas, nas propagandas da TV; pessoas com dentes branquinhos tentando nos passar que estão felizes. Acredite! Tudo é de mentirinha! As vezes fazemos sem perceber uma associação errônea de estar “sorridente”  é igual a ser feliz. Resultado errado! Pois o resultado certo dessa equação é “sorridente igual a contente”. Eu não preciso sorrir quando estou “feliz”. Quem disse isso? A maioria das pessoas dizem isso, a mídia diz isso, a propaganda de Viagra diz isso quando aparece no final uma jovem e linda mulher “Sorrindo.” Até nas propagandas de margarina sempre aparece alguém sorrindo porque vai degustar em seu café matinal uma margarina cheia de colesterol e gorduras trans que irá matá-la ao longo do tempo. Na verdade o máximo que conseguiremos alcançar em nossas baladas, no carnaval, nas compras no shopping, na conquista do carro zerinho, não é felicidade. Será apenas momentos de alegria passageira que se dissiparão ao primeiro contato com a realidade. Na verdade não precisamos ficar sorrindo por ai como uma hiena risonha,  precisamos  só estar bem com a gente mesmo. Paz de espírito. E só Deus pode nos dar essa paz, e o melhor, de graça!

“Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? Porque todas estas coisas os gentios procuram. Decerto vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” [Manual, Mateus 6, Versículos 31 à 33, ênfase adicionada]

by Doutor Fé

Enviar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


Get an awesome sticky message bar!Download

Apenas um Email! Nenhum Spam! Fácil de Cancelar!

Seu Email estará bem guardado.

O potencial humano visto de outra perspectiva Life Coaching, Palestras e Neurolinguística l Doutor Fé O Doutor Fé é Especialista em Neurolinguística, Coach, Palestrante Motivacional, Auto Ajuda, Escritor, Empresário e Amante do Sucesso. life coaching, palestra, palestras, palestrante, auto ajuda, coach, pnl, programacao neurolinguistica, motivacional, motivacionais, doutor fé, doutor fe, coaching, coach, treinamentos, curso, motivação, liderança, líder, leadership, cursos de coaching, curso de coach, coaching organizacional, coaching pessoal, solucoes, tudo sobre coaching, formação de coaching, certificação, o que é coaching, sociedade brasileira de coaching, sbcoaching, serviços de coaching, inteligência emocional, executive coaching, coaching para executivos, master coaching, master coach, lider coaching, lider coach, alpha coaching, alpha coach, neuro coach, neuro coaching, Coaching pessoal, coach profissional, desenvolvimento pessoal, desenvolvimento profissional