Fé positiva X Fé negativa

Postado por em janeiro, 2018 em Blog | 0 comentários

Fé positiva X Fé negativa

Fé é uma palavra com origem no Latim “fides” que significa “confiança”, “crença”, “credibilidade”. A fé é um sentimento de total crença em algo ou alguém, ainda que não haja nenhum tipo de evidência que comprove a veracidade da proposição em causa. É uma atitude contrária à dúvida e está intimamente ligada à confiança. Em algumas situações, como problemas emocionais ou físicos, ter fé significa ter esperança de que algo vai mudar de forma positiva, para melhor.

No contexto religioso, a fé é uma virtude daqueles que aceitam como verdade absoluta os princípios difundidos por sua religião. Ter fé em Deus é acreditar na sua existência e na sua onisciência. A fé é também sinônimo de religião ou culto. Por exemplo, quando falamos da fé cristã ou da fé islâmica.

A fé cristã implica crer na Bíblia Sagrada, na palavra de Deus, e em todos os ensinamentos pregados por Jesus Cristo, o enviado de Deus. Na Bíblia há inúmeras referências ao comportamento do cristão que age com fé. Uma das frases sobre o tema afirma que “a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem”. Manual do ser humano, livro de Hebreus 11, versículo 1, ênfase adicionada.

O termo “fé” surge em algumas expressões populares e também no contexto legislativo. Vamos ver alguns exemplos:

  • “Fazer fé”: acreditar em alguém ou em algum ato; ter esperança.
  • “Dar fé”: afirmar como verdade
  • “Boa fé”: forma de agir honestamente, sem quebrar um compromisso.
  • “Má fé”: agir de forma intencional para prejudicar terceiros.

O fato é que você pode acreditar firmemente que morrerá por causa de uma doença, ou, pode acreditar que irá curar-se dela e viver com saúde por muitos anos. A fé pode ser usada para dois fins. Um bom e um ruim.

Para colocarmos em prática a fé “positiva” devemos gastar a mesma energia que gastamos quando as coisas não vão bem (pensamentos e atitudes) em prol de novas reações positivas. Devemos mudar o nível dos nossos pensamentos que não queremos e colocá-los no nível que queremos.

Não existe “fracasso”, o que existe são “resultados”. Se até nada deu certo em nossas vidas, não é porque fracassamos, mas apenas o resultado do que fizemos até agora.

Foram nossos pensamentos passados que nos trouxeram onde estamos hoje. E serão nossos pensamentos de hoje que nos levarão onde estaremos amanhã. Se desejamos estar em outro lugar amanhã, você precisa mudar alguma coisa hoje. Essa é a tal da lei da ação e reação. Toda ação tem uma reação. Se você continuar agindo do mesmo jeito de ontem, não mudará nada em sua vida amanhã. Na verdade estamos sempre onde desejamos estar. Somos nós responsáveis por criar nosso próprio mundo.

A fé sem ação é morta.

Em uma ocasião, Jesus, disse a um aleijado… “Pegue sua maca e ande.” Se ele não tivesse pego a sua maca naquele dia, se levantado e andado, não teria mudado o seu futuro.

Uma mente sem controle, a deriva, pode nos levar a lugares que não gostaríamos de estar.

Estudos científicos relacionados a direção defensiva, demostraram que, quando, um carro derrapa, normalmente bate onde o seu condutor “pensa que baterá”. Interessante isso, não é mesmo?

Eu adoro sair bem cedo aos domingos com meu carro e dar uns roles por Sampa. Vou ao jornaleiro, a padaria tomar um café, costumo subir toda a rua Augusta, dar umas voltas nos Jardins para ver as lojas de carros importados (Ferrari, Masserati, Lamborguini, Lotus, etc). Nesse passeio matinal uma das coisas que vejo com frequência, são carros batidos em postes. Mas porque sempre batem nos postes? Porque inconscientemente são nos postes que seus condutores acreditavam, mesmo que só por alguns segundos, que bateriam. São estudos científicos que atestam essa verdade. É comum ouvimos pessoas dizerem… Eu vi o poste crescendo na minha frente. Esse mesmo estudo concluiu que, quando, um condutor derrapa seu carro e olha para o lado oposto do obstáculo, diminui muito as chances de colidir no obstáculo a sua frente.

A neurolinguística chama isso de:

Uma vez havia comprado um carro zerinho. Na mesma semana fui fechado por um outro carro. Era um dia chuvoso. Trafegava por uma decida íngreme e ao ser fechado minha reação instintiva foi pisar no freio e tentar desviar o carro para não bater em nada, e, em ninguém. O asfalto estava liso como sabão e não deu outra. O carro começou a deslizar, rodopiar desgovernadamente.

Lembro que meus olhos estavam fixado no poste que estava a frente. Ainda longe do poste dizia para mim mesmo… “vou bater naquele poste… vou bater no poste… vou bateeeeeer. Pum!”. E lá estava eu. No poste! Um ato de fé genuíno, porém, com os resultados totalmente invertidos.

Quando ficamos constantemente dizendo a nós mesmos que estamos na “M”. Não diferentemente acabamos no esgoto mesmo. Pois é lá que, sem se dar conta, desejamos estar.

O fato é que quando as coisas vão mal, estamos com os pensamentos focados nos problemas e não na solução deles. Logo criamos um cenário horroroso e levamos nossos pensamentos para um patamar negativo. A única maneira que vejo para sairmos desse ponto é mudarmos o foco, procurando colocá-lo noutro melhor.

O Manual do ser humano mostra-nos isso diversas vezes. Em uma delas Pedro acompanhado de outros apóstolos atravessavam num barco para o outro lado do mar.

De repente Jesus aparece andando sob as águas. Quando os apóstolos viram aquilo se desesperaram crendo ser um fantasma. Jesus disse… “Não tenham medo. Sou Eu! Jesus!” Quando se deram conta que era mesmo Jesus, Pedro agora cheio de coragem disse… “Jesus! Também quero andar sobre as águas.” Ok! “Então venha Pedro.” E assim sucedeu. Minutos depois lá estava Pedro andando sobre as águas. Em um determinado momento bateu um forte vento. Ao sentir a força do vento Pedro se desesperou e imediatamente colocou seus pensamentos não mais em cima d’água, mas debaixo dela. Pedro inverteu sua fé e adivinha o que aconteceu? Pedro começou afundar. Enquanto Jesus continuava no mesmo lugar.

Mateus 14, versículos 28 a 31, ênfase adicionada: “Senhor”, disse Pedro, “se és tu, manda-me ir ao teu encontro por sobre as águas”. “Venha”, respondeu ele. Então Pedro saiu do barco, andou sobre as águas e foi na direção de Jesus. Mas, quando reparou no vento, ficou com medo e, começando a afundar, gritou: “Senhor, salva-me!” Imediatamente Jesus estendeu a mão e o segurou. E disse: “Homem de pequena fé, por que você duvidou?”

Fé é fé! Você tem duas opções de usá-la. A escolha é só sua e de ninguém mais.

Se as coisas vão bem. Ótimo! Continue assim. Mas, se as coisas não andam lá muito bem. Tente tirar seus pensamentos donde eles estão agora e colocá-los noutro melhor. Se fizer isso com fé, com certeza, será para lá que você irá. O fato é que compete só a você mudar seu comportamento. Mudar o tom de voz, seus pensamentos, as palavras que saem da sua boca, as expressões faciais e assim por diante. O sentido dessa nova comunicação interna será a resposta que você conseguirá. Mudando suas ações você pode mudar essa comunicação, por consequência, os resultados que vêm produzindo até então.

Enviar um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


Get an awesome sticky message bar!Download

Apenas um Email! Nenhum Spam! Fácil de Cancelar!

Seu Email estará bem guardado.

O potencial humano visto de outra perspectiva Life Coaching, Palestras e Neurolinguística l Doutor Fé O Doutor Fé é Especialista em Neurolinguística, Coach, Palestrante Motivacional, Auto Ajuda, Escritor, Empresário e Amante do Sucesso. life coaching, palestra, palestras, palestrante, auto ajuda, coach, pnl, programacao neurolinguistica, motivacional, motivacionais, doutor fé, doutor fe, coaching, coach, treinamentos, curso, motivação, liderança, líder, leadership, cursos de coaching, curso de coach, coaching organizacional, coaching pessoal, solucoes, tudo sobre coaching, formação de coaching, certificação, o que é coaching, sociedade brasileira de coaching, sbcoaching, serviços de coaching, inteligência emocional, executive coaching, coaching para executivos, master coaching, master coach, lider coaching, lider coach, alpha coaching, alpha coach, neuro coach, neuro coaching, Coaching pessoal, coach profissional, desenvolvimento pessoal, desenvolvimento profissional